Páginas

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Nunca mais ou menos


Eu não quero nada mais ou menos.
Se é pra querer, quero o mais.
Eu nunca sonho mais ou menos,
Meus sonhos, quero que todos
venham a ser reais.
Já que não existem duas manhãs iguais
e eu fujo, e eu corro e detesto as coisas
ficando banais.
Se a vida não volta atrás,
A vida não pode ser mais ou menos
a vida precisa ser, como digo, demais.
E a gente não pode ser mais ou menos,
precisa ser tudo que puder ser
porque as vezes isso é tudo que temos.

              Manoel Augusto