Páginas

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Duas janelas


Há duas janelas,
Duas janelas abertas,
e são tuas e são belas.
Mas não são portas, são janelas
e não se deve jamais pular a janela.

De uma vês o horizonte
Ah, inspiração e vontade de viver!
A outra está aberta
para um tempo chamado ontem,
Ah, as lembranças que nos fustigam a alma.
Lembranças que não consigo esquecer.
Uma saudade que não quero perder!

Há duas janelas abertas
Cada dia que passa escolho uma para ficar.

                  Manoel Augusto