Páginas

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Poesia é coisa fácil de entender


Poesia é coisa fácil de entender.
são sempre palavras que estão fora de lugar,
do contexto, saltando das páginas,
dando vida a mundos que não poderiam existir!
são abstrações de um temo, batidos com violência
em liquidificador de letras.
Sua completa falta de sentido
é o que a torna instigante,
é um convite a abandonar a forma, as regras 
e noções gramaticais.
Ponto, vírgula, assento, concordâncias e expressões?
As leis da física, as geometrias,
com todos os seus limites e padrões?
Na poesia uma coisa é certa:
Nada é lugar comum!
Tudo se pode explicar em poucas palavras.
Falta de sentido é o que não pode faltar,
na tentativa de explicar como concebe seu mundo,
Como o enxerga, ou como não o conseguem ver.
Nela, não se entende o universo como está nos livros,
para o poeta, o universo é só virar alí na esquina
e pronto.
O mundo? Ah! 
o mundo está na palma de suas mãos!

        Manoel Augusto