Páginas

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

É você o autor


Esse verso é seu.
É você o autor.
Escreveu-o com sua vida,
sua existência, sua alegria e tristeza!
Com sua dor!
Mas também com seu amor.
Começou quando vieste à luz.
Quando abriste teus olhos ao nascer.
Este é o seu refrão: Você! você! você!
No verso mais fraco, estavas chorando.
No verso mais forte, estavas feliz!
o contrário também é verdadeiro e poético.
Quando encontrou alguém para dividir a vida, teu par,
o verso mais romântico escreveu.
Quando estavas sozinho, buscando alguém,
um verso de solidão que surgiu e se foi.
Agora mesmo, enquanto lês estas linhas,
escreves tú, teu poema aprender, descobrir, conhecer.
O teu dia, uma palavra, tua semana, uma estrofe,
tua vida,
a bela obra em curso à escrever.

             Manoel Augusto