Páginas

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Em cada verso uma dor

Me pergunto e não sei a resposta,
porque escrevo canções,
canções que ninguém dá valor,
porque em cada verso uma dor!

Porque é assim que as escrevo,
como quem tem uma ferida
aberta no coração,
e cada vez que ela sangra
traduzo essa dor
em versos de uma nova canção!

               Manoel Augusto